Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Remessa de 17.700 frascos do medicamento Dexmedetomidina foi enviada para 24 hospitais nesta quarta-feira (21/7)

Publicação:

Um homem segurando uma caixa com as inscrições da Fundação de Camaquã , ao lado de uma militar do exército fardada, os dois usam máscaras de proteção contra o coronavírus
Lotes foram entregues pelo Exército Brasileiro aos representantes das instituições hospitalares - Foto: Cabo Osio - 3° Grupamento Logístico - Exército Brasileiro

Lotes da remessa de 17.700 frascos do medicamento Dexmedetomidina 100 mcg/m, que faz parte do kit intubação, foram distribuídos pela Secretaria da Saúde (SES) e Exército Brasileiro para hospitais de 24 municípios do Rio Grande do Sul na manhã desta quarta-feira (21/7). A entrega foi realizada pelo 3º Grupamento Logístico, com saída do 3º Batalhão de Suprimentos, em Nova Santa Rita, por seis rotas terrestres pelo interior do RS. A Dexmedetomidina é utilizada para intubação de pacientes em Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) em casos graves de Covid-19.

Carregamento dos lotes nos veículos   fotos Cabo Osio 3º Grupamentos Logístico

Carregamento dos lotes do medicamento nos veículos foi realizado no Batalhão de Suprimentos em Nova Santa Rita

Militar coloca caixa com medicamentos no veiculo de transporte

A compra desses medicamentos, antes da pandemia de coronavírus, era de responsabilidade das instituições hospitalares, mas o acirramento da crise com aumento da ocupação de leitos de UTI, desde 2020, ocasionou a escassez destes fármacos. Diante da dificuldade de aquisição no país e ao aumento da demanda, o governo do Estado e o Ministério da Saúde passaram a se articular para comprá-los excepcionalmente e distribuí-los, com apoio do Exército Brasileiro, às instituições com estoques críticos e que prestam atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Já foram entregues aos hospitais gaúchos mais de 600 mil unidades de medicamentos, adquiridos pelo Ministério da Saúde e pelo governo do Estado, desde o início da pandemia.

Clique aqui e acesse a lista dos hospitais que estão recebendo os medicamentos

Secretaria da Saúde