Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Vigilância em saúde do Estado investiga 21 casos suspeitos de coronavírus

Publicação:

Apresentação dos dados foi feita durante coletiva à imprensa.
Apresentação dos dados foi feita durante coletiva à imprensa. - Foto: Divulgação/SES
00:00:00/00:00:00

Vigilância em saúde do Estado investiga 21 casos suspeitos de coronavírus

Vigilância em saúde do Estado investiga 21 casos suspeitos de coronavírus Crédito: Elias Costa

Download

A Secretaria da Saúde (SES) notificou 21 casos suspeitos de infecção pelo novo coronavírus ao Ministério da Saúde. Tratam-se de pessoas que tiveram viagem para países da Europa com circulação do vírus e que no retorno ao Brasil apresentaram febre e sintomas respiratórios. Os casos são em residentes de sete cidades gaúchas: Canoas (2 casos), Farroupilha (2), Montenegro (1), Palmares do Sul (1), Passo Fundo (1), Porto Alegre (13) e Santa Maria (1).

Todos se enquadram no novo critério de definição de caso suspeito proposto pelo Ministério da Saúde nesta semana, que é apresentar febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vir da Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália e Malásia. Na sexta-feira passada (21), a pasta incluiu Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China.

Dos 21 suspeitos, somente dois necessitaram de internação hospitalar para observação. Aos demais a orientação foi de isolamento domiciliar durante o tratamento.

Informe Epidemiológico RS COVID-19 (27.02.2020) (.pdf 137,86 KBytes)

Ao se definir um caso como suspeito é importante proceder com o isolamento do paciente, através da colocação de máscara cirúrgica e segregação em área com pouca ou nenhuma circulação de pessoas. O fato deve ainda ser notificado imediatamente às autoridades epidemiológicas locais e pode ser feito pelo Disque 150 do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs).

Todos os casos suspeitos passarão inicialmente por uma análise no Laboratório Central do Estado (Lacen/RS) para um painel de sete tipos de vírus respiratórios (como os influenza, parainfluenza e vírus sincicial respiratório). Os que não tiverem resultado identificado no RS serão encaminhados para análise específica para o coronavírus na Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Secretaria da Saúde