Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Serviço de IST/AIDS recebe visita técnica de profissionais do Ministério da Saúde, OPAS/OMS e Unaids

Publicação:

várias pessoas de pé, posando pra foto. À direita, uma projeção diz "obrigado!".
Comitiva Ministério da Saúde, OPAS/OMS e Unaids conheceram o serviço de prevenção da AIDS no Sanatório Partenon. - Foto: Marília Bissigo/Divulgação SES

O serviço estadual de tratamento e prevenção da AIDS e outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) do Sanatório Partenon recebeu a visita, na última segunda-feira (10), de técnicos, especialistas e gestores do Ministério da Saúde, da Organização Pan-americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) e do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS).

A visita fez parte da Reunião técnica para analisar o campo e práticas de prevenção do HIV no Brasil que acontece entre os dias 10 e 14 de junho. Ao longo de toda a semana, especialistas de organismos internacionais, organizações da sociedade civil, além de técnicos e gestores públicos, estão discutindo a implementação de prevenção do HIV no Brasil, visando o cumprimento das metas regionais de prevenção e de eliminação da AIDS como problema de saúde pública até 2030.

A comitiva também visitou, em Porto Alegre, a Casa Fonte Colombo e o Centro de Saúde Santa Marta, e, em Brasília, outros dois serviços de saúde que trabalham com pessoas vivendo com HIV.

No Sanatório Partenon, o Serviço de Atendimento e Terapêutica (SAT) conta com cerca de dez mil cadastros e quase cinco mil pacientes vivendo com HIV vinculados. Foi o primeiro centro de saúde a dispensar a PrEP (Profilaxia Pré-exposição) pelo serviço gratuito ofertado pelo SUS, em janeiro de 2018. “Porto Alegre e região metropolitana formam a localidade de maior incidência de HIV das Américas”, explica Letícia Ikeda, médica da Secretaria Estadual de Saúde (SES). “Queremos nos posicionar de forma a poder oferecer expertise para prevenção, testar novas tecnologias e novas formas de monitoramento.”

Secretaria da Saúde