Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Seminário do Outubro Rosa irá debater boas experiências e retomada de cuidados da saúde da mulher

Publicação:

Card do evento em cor rosa com informações e a foto de uma mulher com flores ao fundo.
Seminário será transmitido ao vivo pelo canal do YouTube da Assembleia - Foto: Divulgação

O seminário Outubro Rosa: Mostra de experiências e retomada de cuidados de saúde das mulheres, marcado para a próxima segunda-feira (25), na Assembleia Legislativa do RS, irá debater as experiências de entidades gaúchas que atuam na área e as estratégias para incentivar os cuidados gerais com a saúde da mulher, em especial com a necessária retomada dos exames preventivos que ficaram prejudicados pela pandemia de coronavírus.

O evento é promovido pela Secretaria da Saúde (SES/RS) em parceria com a Frente Parlamentar sobre o Câncer na Mulher, da Assembleia Legislativa, presidida pela deputada Franciane Bayer (PSB), e a Procuradoria Especial da ALRS. A mostra será um momento de troca de experiências entre as instituições, que irão apresentar suas ações de mobilização e prevenção ao câncer de mama, além do acolhimento e orientação sobre exames, diagnósticos e tratamentos.

“É preciso dar visibilidade à prevenção e aos cuidados relacionados ao câncer de mama, conscientizar os profissionais da rede de saúde, organizações não governamentais e, em especial as usuárias, mostrando possibilidades para prevenção e tratamento”, diz a coordenadora da Política de Ciclos de Vida da SES/RS, Gisleine Silva. De acordo com ela, “mais do que nunca, neste Outubro Rosa é preciso pensar a saúde da mulher de forma global, e todas as consultas devem ser aproveitadas como momentos de captação e orientação”.

Durante a pandemia de coronavírus, houve redução de aproximadamente 42 mil mamografias em comparação a 2019, representando uma queda de 32% entre 2019 e 2020. “As ações de prevenção e os atendimentos também diminuíram expressivamente porque os serviços ficaram sobrecarregados devido ao enfrentamento à Covid-19, e isso impactou negativamente na saúde da mulher”, avalia Gisleine.

Com relação ao câncer de mama, para 2021 foram estimados 66.280 casos novos, o que representa uma taxa ajustada de incidência de 43,74 casos por 100 mil mulheres (INCA, 2019). A taxa de mortalidade no Rio Grande do Sul tem uma taxa estimada de 18,49 casos para cada 100 mil mulheres (INCA, 2021). 

“Com o avanço da vacinação e a diminuição do número de internações hospitalares e mortes, é chegado o momento de retomar o cuidado integral em saúde”, afirma a Secretária da Saúde, Arita Bergmann.

O evento é dirigido à profissionais de saúde, gestores públicos, parlamentares, profissionais da assistência social, organizações não governamentais, organizações da sociedade civil, controle social,  usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS) e estudantes.

Seminário Outubro Rosa

• 14h30min 
• Auditório Dante Barone, na Assembleia Legislativa do RS, na capital 
• Formato híbrido (presencial e online)

O evento será transmitido AO VIVO pelo canal do YouTube da AL 

Secretaria da Saúde