Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Curso sobre Farmácias Vivas prepara profissionais para uso de plantas medicinais

Publicação:

A Secretaria da Saúde (SES/RS), por intermédio da Política Intersetorial de Plantas Medicinais e Fitoterápicos, encerrou nesta quinta-feira (10) o Curso de Farmácias Vivas. Voltadas para farmacêuticos que atuam nos municípios gaúchos, as Farmácias Vivas são um serviço exclusivo do Sistema Único de Saúde (SUS), produzem chás medicinais e manipulam medicamentos fitoterápicos. Atuam também na educação em saúde sobre o uso de plantas medicinais. O insumo, ensina a farmacêutica Silvia Czermainski, é manipulado, não industrializado.

A implantação das Farmácias Vivas faz parte da Política de Plantas Medicinais e Fitoterápicos no Rio Grande do Sul. “É uma prática que promove a saúde, desmedicaliza, no sentido de reduzir o uso de medicamentos convencionais. Contribui para a humanização do serviço e é uma prática integrativa, ou seja, atua na parte física, emocional e comunitária. E, conforme algumas medicinas tradicionais, também no âmbito espiritual”. Ela informa que também promove o autocuidado e melhora a alimentação. Silvia acrescenta que a fitoterapia é uma prática estratégica para o sistema de saúde.
As Farmácias Vivas são diferenciadas das convencionais, porque é necessária a existência de horto medicinais junto ao serviço. A farmacêutica ressalta que “estimular a implantação de Farmácias Vivas no Estado é hoje nossa maior estratégia”.

Secretaria da Saúde