Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Abertura de Ambulatório de Cardiologia em Santa Maria aumentará em 1.600% as consultas da Região Central

Publicação:

quatro pessoas sentadas conversando. secretária Arita segura uma cuia de chimarrão.
Secretária se reuniu com prefeitos da região central nesta quarta-feira (10). - Foto: Marcelo Ermel/Divulgação SES

A secretária da Saúde, Arita Bergmann, se reuniu com prefeitos, vice-prefeitos e gestores da saúde da Região Central, na prefeitura de Santiago, na tarde desta quarta-feira (10). Um dos temas foi a referência para atendimento em cardiologia para a população da região.

Com a abertura do Ambulatório de Cardiologia do Hospital Regional de Santa Maria, o número de consultas cresceu 1.600%. Antes, a cota era de 20 consultas por mês, e agora passou para 320 ao mês a cota de toda a região, assim que o ambulatório entrar em funcionamento. Também serão realizados 1,2 mil exames por mês. Hoje, há 1,8 mil pessoas aguardando consulta especializada em cardiologia na região.

“Estamos reavaliando as questões de regionalização da saúde e descentralizando os serviços”, afirmou a secretária.

Participaram da reunião representantes dos municípios de Nova Esperança, Capão do Cipó, Jari, Jaguari, Cacequi, Santiago, entre outros.

Ambulatório com atendimento diferenciado

Em julho de 2018, o Hospital Regional de Santa Maria foi inaugurado oferecendo, inicialmente, um serviço ambulatorial para pacientes crônicos hipertensos e diabéticos de alto risco. O modelo prevê um atendimento multidisciplinar no qual os usuários são encaminhados a partir da Atenção Básica de 32 municípios da Região Central do Estado. No ambulatório, eles são atendimentos por diferentes profissionais, como cardiologistas, endócrinos, psicólogos, nutricionistas, enfermeiros e farmacêuticos, entre outros.

Secretaria da Saúde